Um Cappuccino Vermelho, de Joel G. Gomes

Bom… um livro confuso, uma resenha confusa. Mas aqui vai:

João Martins é um escritor de não muito sucesso e está tentando escrever seu quarto romance. Neste, o personagem principal é Ricardo Neves, que também é escritor e amante de café. Ah! Sem esquecer, também é um assassino profissional. Ricardo participa de um “Grupo” – assim tratado no livro – que acredita que quando uma pessoa morre na verdade o assassino está ajudando-a, pois está a mandando para um lugar desconhecido e que, teoricamente, seria melhor que nosso mundo, que está horrível. Logo de início Ricardo recebe uma lista contendo cinco pessoas que são seus próximos alvos e, assim, a narrativa se desenvolve.

cappucinnoBom, enquanto Joel Gomes escreve sobre João Martins escrevendo seu quarto romance sobre o assassino profissional (?), a vida de Ricardo começa a se misturar com a vida de João. Tudo que João escreve em seu livro – o que acontece com Ricardo – passa a acontecer também com João, pois ele usou amigos como inspiração para os personagens de seu livro! Daí vem o subtítulo do livro O Destino escreve-se a si próprio. Agora João passa a temer sobre qual será o seu destino: levará a culpa pelos homicídios cometidos por Ricardo em seu livro?, até que ponto a ficção irá se misturar com a realidade?, deve ou não continuar a escrever o livro como pensou ou mudar, para assim, mudar seu destino?.

O livro é escrito em português de Portugal e não sei se foi editado para o português brasileiro. Porém não encontrei dificuldade nenhuma na leitura e a facilidade é a mesma, visto que a linguagem é bastante coloquial, como um livro para adultos no Brasil. O autor começou a escrever quando uma professora de Português o desafiou a escrever uma história de duas páginas. Entregou-lhe um maço de 18 páginas com direito a duas sequelas. Pois é.

Para a leitura, recomendo que já tenha a ideia bem separada de personagens, para não se confundir durante a história. A leitura ganha ritmo conforme avança, de início li dois ou três capítulos por dia e depois não queria mais largá-lo.

O livro pode ser encontrado aqui EM E-BOOK por esse preço de kibe + refresco. Para ler um e-book é preciso um aplicativo gratuito que pode ser encontrado no site da Kobo para ler no pc, celular, tablet e etc. Recomendo a leitura para aqueles que gostam de ficção com um pouco de mistério e romance policial.

Anúncios

Um comentário sobre “Um Cappuccino Vermelho, de Joel G. Gomes

  1. Pingback: Divulgação no blogue A Leitura é um Oásis | A IMAGEM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s